Prova de vida INSS: O que é, para que ser e como fazer

Você já ouviu falar da tal ‘Prova de vida INSS’? Provavelmente sim já que qualquer pessoa que receba benefício do INSS precisa fazer essa prova de vida de tempos em tempos.

Mas, mesmo que você já tenha ouvido falar, você sabe por qual motivo é feito essa prova de vida ou mesmo como fazer ela?

O que é Prova de vida INSS?

Como já dito (e também como o nome sugeri), Prova de vida INSS é uma forma de provar que a pessoa que recebe algum tipo de benefício do INSS, como aposentadoria, pensão ou auxílio-doença prove que ainda está vivo para continuar recebendo esses valores.

Veja também:

Lei Rouanet: O que é, como funciona, para que serve e como usá-la

A Prova de vida INSS foi criada em 2012 e deve ser feita anualmente pelo beneficiário na instituição financeira na qual recebe o seu benefício.

Algumas instituições utilizam a data do aniversário do beneficiário para estipular a data da prova de vida, enquanto que outras instituições utilizam a data de aniversário do próprio benefício para que a prova seja feita.

O principal objetivo da prova de vida é evitar que o governo siga pagando benefícios para pessoas que já faleceram e também para dificultar as fraudes de benefícios.

Quem deve fazer a Prova de vida INSS?

Todas as pessoas que recebam beneficio do INSS, seja pelo motivo que for, precisam fazer anualmente a prova de vida. 

Para saber o período que você deve fazer a prova de vida precisará consultar a sua instituição financeira pois para cada pessoa um prazo diferente é estipulado.

Logo se você é aposentado ou recebe algum benefício por outro motivo (como auxílio invalidez, auxílio-doença ou mesmo pensão de cônjuge) precisa fazer a prova de vida.

Muitas pessoas acreditam que só os idosos precisam fazer a Prova de vida INSS, porém não é assim que funciona. Independente da idade, se você recebe benefício precisa fazer a prova de vida.

Por exemplo, se uma criança tem alguma necessidade especial e recebe benefício, precisa fazer a prova de vida anualmente.

Como fazer a Prova de vida INSS?

A primeira coisa é realizar a prova dentro do período estipulado pela sua instituição financeira (Banco).

Quando esse período chegar você deve se dirigir ao banco em questão.

Chegando lá, normalmente é só dirigir a uma das mesas de atendimento (peça informação a algum funcionário do local) e falar que você deseja fazer a Prova de vida INSS.

O atendente preencherá um documento com os seus dados e você assinará esse documento.

Para comprar que ‘você é você’ é necessário levar um documento original com foto e seu CPF.

Você também pode solicitar a alteração da sua senha nesse momento.

É muito importante fazer a prova de vida dentro do período máximo de 12 meses após a última prova feita.

Se ultrapassar esse prazo, o benefício em questão será bloqueado até que a prova seja feita. Se ultrapassar 6 meses desse período, o benefício é encerrado.

Veja também:

Separação com filho especial: saiba como proceder

Quem não pode ir até o Banco, como faz?

Muitas pessoas não tem como ir até o banco fazer a sua Prova de vida INSS. Pode ser por uma dificuldade de locomoção, idade avançada, problemas de saúde e etc.

Nesse caso existem duas formas de realizar a prova de vida:

  1. Por meio de procuração;
  2. Visita domiciliar.

A procuração é o meio mais comum e também mais prático de realizar a prova de vida quando a pessoa não tem como ir até o local, seja pelo motivo que for.

Para isso é necessário ter um procurador cadastrado no INSS para que ele possa realizar isso por você. Esse procurador pode ser um filho/filha, cônjuge, parente ou mesmo advogado.

Com a procuração autorizada pelo INSS, o procurador então se dirige até a agência bancária onde precisará apresentar os seus documentos (para comprovar que ele de fato é o procurador autorizado) e também os documentos da pessoa que precisa fazer a prova de vida.

Assim o documento da prova de vida é preenchido e o procurador assina.

A outra forma é por visita domiciliar ou hospitalar. A pessoa com problemas de locomoção ou com mais de 80 anos, pode pedir que a prova de vida seja feita em sua casa.

Dessa forma um funcionário do INSS se dirige até a residência ou hospital onde o pedido foi requisitado, preenche a prova de vida e o beneficiário assina.

Nas duas formas é preciso entrar em contato com o INSS pelo telefone 135 ou pelo site e fazer o agendamento da solicitação.

Esse é um processo que pode levar alguns meses para acontecer, então o ideal é fazer esse agendamento bem antes da próxima prova de vida.

Vantagens da Prova de vida INSS

A Prova de vida INSS foi criada para evitar pagamentos para quem já faleceu e também tentar evitar as fraudes de benefícios no INSS.

Essa é uma forma de evitar gastos desnecessários ou indevidos com o dinheiro do contribuinte.

Desvantagens da Prova de vida INSS

Fila em posto do INSS – Sao Paulo, SP, 03.06.2004 – Foto: Gustavo Roth/Folha Imagem

A principal desvantagem é ter que se locomover até a instituição financeira uma vez a cada 12 meses. 

Muitas pessoas têm dificuldade de locomoção, principalmente devido à idade o que pode tornar difícil ou mesmo ‘vergonhoso’ a ida até o Banco.

Autorizar um procurador é permitido nesses casos, mas a burocracia dificulta esse processo e o tempo que leva pode ultrapassar meses facilmente.

Além disso, para fazer a procuração é necessário que a pessoa que tem o benefício vá até o INSS, o que volta a questão da dificuldade de locomoção e tudo mais.

Considerações finais

Fazer a Prova de vida INSS é obrigatório por lei a todas as pessoas que recebem algum tipo de benefício no INSS.

É necessário fazer essa prova de vida a cada 12 meses. Passando esse período o beneficio fica bloqueado até a realização da prova. Se ultrapassar 6 meses o benefício é cessado por completo.

Veja também:

Decisão monocrática: aquela realizada por um único magistrado

Se você conta com esse dinheiro todos os meses para cobrir as suas despesas é importante não esquecer a data limite e também não deixar para realizar a prova no fim do prazo.

Contratempos podem acontecer e impedir a realização da prova e você ficará sem esse valor até regularizar tudo.

 

Gostou das dicas de Prova de vida INSS? Não esqueça de compartilhar em suas redes sociais.

 

Leave a Reply