Salário Mínimo na Inglaterra: quanto é e como funciona

O salário mínimo na Inglaterra define-se por meio das determinações salariais do Reino Unido, juntamente com os índices da Irlanda do Norte.

Este não é o destino mais procurado pelos brasileiros que pensam em imigrar para outros países. Talvez seja pelo fluxo alto de imigração que já acontece ou pelo custo de vida altíssimo. Contudo, este país europeu pode oferecer ótimas oportunidades para quem decidir encontrar um emprego por lá.

Se você cogita essa possibilidade, ou se tem curiosidade para saber quanto vale o salário mínimo na Inglaterra, este artigo pode te ajudar. Existem algumas características que devem ser levadas em conta, tal como experiência e idade.

Isso sem contar, obviamente, com os aspectos econômicos. É comum a situação do país flutuar, ante as constantes mudanças relacionadas às suas participações na União Europeia.

Entenda um pouco mais sobre o funcionamento do salário inglês e suas características básicas que dizem respeito ao trabalhador.

Qual é o valor do salário mínimo na Inglaterra

O salário mínimo na Inglaterra é repassado ao funcionário mediante as horas trabalhadas de cada indivíduo. Em outros termos, as horas trabalhadas são pagas explicita e individualmente. Mesmo havendo um valor único por lá, que é utilizado como base para referência, as remunerações por hora variam bastante conforme as idades dos trabalhadores.

Em termos de idade, tem-se a seguinte remuneração:

  • Menores de 18 anos – Remunerações de 4 libras/hora;
  • De 18 a 20 anos – Remunerações de 5,55 libras/hora;
  • Entre 21 e 24 anos – Remuneração de 6,95 libras/hora;
  • Acima dos 25 anos – Remuneração que alcança o teto máximo da referência do salário mínimo na Inglaterra. Nesses casos, atinge 7,20 libras/hora.

Se for levada em consideração uma carga horária mediana em uma jornada de período integral, os ingleses recebem aproximadamente 1.400 Euros/mês. Isso é o que representa os valores intermediários nas faixas salariais europeias.

Vale salientar que os reajustes salariais são feitos no mês de abril, anualmente.

Salário Mínimo na Inglaterra

Relação entre custo de vida e salário

De maneira alguma, o trabalhador inglês é mal remunerado. Se o salário mínimo na Inglaterra for comparado ao de Portugal, por exemplo, será constatado que a remuneração é o dobro.

Em contrapartida, o custo de vida é compreendido como um dos mais exorbitantes de toda a Europa, em especial no centro urbano. Como exemplo é possível citar Londres. A cidade comporta o custo com moradia mais caro do mundo.

Os valores dos alugueis são inacreditáveis, o que obriga os trabalhadores de classe média a migrarem para as periferias. Isso, consequentemente encarece seu gasto com tempo e dinheiro de transporte.

A estrutura da economia inglesa

O salário mínimo na Inglaterra reproduz o que é a economia. Veja:

  • O percentual de desemprego é relativamente baixo;
  • O Reino Unido é a 5ª maior potencia econômica em PIB nominal e a 9ª no PIB bruto;
  • A inflação varia abaixo do índice de crescimento;
  • Entre outras questões.

Tudo isso acaba se convertendo em estabilidade econômica.

Vantagens de se trabalhar na Inglaterra

Muitos sonham com a chance de ir ganhar a vida nesse país europeu tão estimado. Apesar dos pesares, a qualidade de vida é um ponto forte que deve ser destacado. Além do mais, mesmo com muitos gastos, o emprego tem um salário mínimo na Inglaterra digno.

Outro ponto importante são os direitos do trabalhador garantidos e rigorosamente fiscalizados pelos órgãos competentes.

Esses são os principais motivos que levam os brasileiros a sonhar com as reservas financeiras que possivelmente conseguiriam fazer embarcando na oportunidade de trabalhar fora do país.

Contudo, deve-se ressaltar o fato de que não se fica rico na Inglaterra ganhando apenas um salário mínimo. Mas, sem sombra de dúvidas é uma forma tentadora de ter seu futuro garantido.

Como buscar por um emprego na Inglaterra

Para receber um salário mínimo na Inglaterra, antes de qualquer coisa, é preciso conquistar uma vaga de emprego. Primeiramente deve-se definir a área de trabalho, levando em conta as habilidades e qualificações profissionais. Também não se pode esquecer que, em determinadas funções será exigida a fluência na língua inglesa.

Salário Mínimo na Inglaterra

Usar o LinkedIn

Lá é mais ou menos parecido com o Brasil no sentido “busca por uma oportunidade no mercado de trabalho”. É necessário que se atualize o currículo eventualmente, em face de qualquer alteração.

Outro caminho a seguir pode ser o uso de uma ótima ferramenta: o LinkedIn. Basta seguir todas as explicações fornecidas no site para preencher seu perfil. Depois de fazer uma verificação nas informações e completar o cadastro, basta divulgar o link no seu currículo.

Uma boa dica: perfis completos geralmente costumam oferecer um status de seriedade. Isso pode contar pontos positivos para um futuro empregador.

Os sites que oferecem maior suporte na busca por emprego

Alguns sites se destacam mais do que os outros em termos de fluxo de navegação. Entre eles estão:

  • LinkedIn;
  • Jobmatch;
  • Jobsite.

As ofertas para os brasileiros são boas?

Sim, mas depende do site em que se vai buscar pela vaga. Como dito acima, alguns se sobressaem mais do que os outros, portanto as ofertas são melhores e em mais quantidade.

Uma boa dica para aqueles que querem encontrar um emprego com salário mínimo na Inglaterra razoável, e que seja adequado para os estrangeiros, é o acesso ao InterNations. Apesar das informações estarem todas em inglês, vale a pena dar uma conferida.

Fique atento para as especificações de cada vaga. A maioria delas exige inglês fluente (obviamente) e também o português fluente. Em geral, essas exigências ocorrem mais quando o emprego é para cargos com funções dentro dos escritórios.

Outras vagas para estrangeiros que são mais cogitadas são: babá, garçonete, açougueiro, diarista, etc.

Vale a pena conferir esses outros endereços eletrônicos abaixo:

  • Glassdoor;
  • Lista Brasil;
  • Indeed.

Você acha que o salário mínimo na Inglaterra vale a pena? Colocando os prós e contras na balança, qual lado pesa mais? Conte a sua opinião nos comentários.